O QUE É

O Centro de Apoio Operacional de Defesa da Mulher (CAOP Mulher) é órgão auxiliar da atividade funcional do Ministério Público e integra o Gabinete do Procurador-Geral de Justiça, com previsão no art.33 da Lei Complementar Estadual nº 079/2013.

O Centro acompanha a implementação de políticas públicas de promoção da igualdade, especificamente na conscientização sobre os efeitos pessoais e sociais negativos da violência doméstica e familiar contra a mulher e no reconhecimento de seus direitos e garantias.

É direcionado às mulheres vítimas de violência doméstica e familiar e atua em todo o Estado do Amapá. Dentre as suas atribuições, estão: o levantamento de estatísticas e disponibilização de dados para o acesso da sociedade; participação no gerenciamento de projetos e atividades realizadas em parceria com outras instituições; fomentar programas junto a órgãos governamentais e não governamentais; e, acompanhar os projetos de lei relacionados ao exercício de atribuições ministeriais na defesa das garantias dos direitos humanos.

 

HISTÓRICO

O Centro de Apoio Operacional de Defesa da Mulher foi criado pelo Ato nº 003/2012 – PGJ, de 12 de novembro de 2012.

 

DENÚNCIAS E REPRESENTAÇÕES

O Centro de Apoio Operacional da Defesa da Mulher é órgão auxiliar da atividade funcional do Ministério Público, podendo, apenas, receber representações e expedientes relacionados à área da defesa da mulher, encaminhando-os ao Órgão de Execução que é a Promotoria de Justiça da Comarca onde ocorrer o dano.

 

COORDENAÇÃO

image001

Promotora Alessandra Moro de Carvalho Valente, a partir do dia 23 de novembro de 2012 (Portaria nº0425/2012-GAB/PGJ).

 

ÁREA DE ATUAÇÃO

Violência doméstica contra a mulher

 

PLANO DE ATUAÇÃO 

a) Realizar anualmente o levantamento estatístico dos casos de violência doméstica contra a mulher, cadastrado pelas Promotorias de Justiça do Ministério Público do Amapá que atuam na violência doméstica;
b) Divulgar os dados estatísticos;
c) Ciclo de palestras nas escolas de Macapá e interior;
d) Encontros com mulheres vítimas de violência doméstica;
e) Visitação e palestras nas universidades;
f) Capacitação da rede de atendimento mulher (capital e interior);
g) Capacitação para membros e servidores do MP-AP;
h) Divulgação de campanhas;
i) Acompanhamento de implementações de políticas públicas;
j) Informações aos órgãos de execução;
k) Promoção de ciclos de estudos;
l) Acompanhamento de projetos de lei e
m) Outras atividades


CAMPANHAS:

 Outubro Rosa

image002

image003

image004

 

Setembro Lilás
image005

 

Violência Contra a Mulher

image006

image007

image008

image009

image010

Diário Eletrônico

Edição Data Visualizar
181/2018 15/10/2018
180/2018 11/10/2018
179/2018 10/10/2018
178/2018 09/10/2018
177/2018 08/10/2018
176/2018 05/10/2018
175/2018 04/10/2018
174/2018 03/10/2018
173/2018 02/10/2018
172/2018 01/10/2018
171/2018 28/09/2018

SOS Mulher

Decisões dos Órgãos Colegiados
Res. 173-CNMP

Processos Distribuídos
Res. 110/2014

Sistema Cuidar

Plantões

Espelho do MPAP

Reuniões dos Órgãos Colegiados

Nenhuma audiência agendada para os próximos dias.

Licitações Ao vivo

CPL – Pregão Presencial 019/2018
26/10/2018 09:00:00