Pedra BrancaA Promotoria de Justiça de Pedra Branca do Amapari ofertou, nesta quinta-feira (11), denúncia contra o ex-prefeito do município de Serra do Navio, José Maria Amaral Lobato. O ex-gestor da cidade descumpriu a Lei de Responsabilidade Fiscal, por efetuar pagamento em desacordo com os limites previstos na legislação.

Conforme o titular da Promotoria de Pedra Branca, promotor de Justiça Rodrigo Celestino Pinheiro Menezes, que também atende ao município de Serra do Navio, as informações apuradas pelo Ministério Público do Amapá (MP-AP) demonstram que durante a gestão de José Maria Amaral Lobato, no ano de 2015, o limite de despesas com o pessoal no Município ultrapassou 54% da receita corrente líquida e o limite prudencial de 95%. 

Em 2016, o MP-AP expediu a Recomendação Administrativa N° 001/2016, para advertir o então prefeito de Serra do Navio sobre os procedimentos a serem adotados para a readequação das despesas. No entanto, a conduta persistiu nos meses de janeiro, fevereiro e março do mesmo ano.

“Nota-se que o denunciado, de maneira livre e consciente, por três quadrimestres consecutivos, realizou despesas em desacordo com as normas financeiras pertinentes. Está claro o descumprimento da Lei de Responsabilidade Fiscal”, pontuou o promotor de Justiça Rodrigo Celestino Pinheiro Menezes.

 

SERVIÇO:

Elton Tavares – Diretor de Comunicação

Texto: Sávio Leite

Assessoria de Comunicação do Ministério Público do Amapá

Contato: (96) 3198-1616

E-mail: Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.

 

Diário Eletrônico

Edição Data Visualizar
63/2019 16/04/2019
62/2019 15/04/2019
61/2019 12/04/2019
60/2019 11/04/2019
59/2019 10/04/2019
58/2019 09/04/2019
57/2019 08/04/2019
56/2019 05/04/2019
55/2019 04/04/2019
54/2019 03/04/2019
53/2019 02/04/2019

Corregedoria-Geral

Decisões dos Órgãos Colegiados
Res. 173-CNMP

Processos Distribuídos
Res. 110/2014

Sistema Cuidar

Plantões

Espelho do MPAP