Evento de apresentação do Relatório de GestãoA Procuradora – Geral de Justiça do Ministério Público do Amapá (MP-AP), Ivana Cei, inicia a última semana de trabalho à frente da instituição com a apresentação do Relatório de Gestão (2011-2015), como forma de prestar contas à sociedade do trabalho realizado nos últimos quatro anos. O evento, que reuniu membros e servidores do MP-AP, além de jornalistas e lideranças comunitárias, ocorreu na manhã desta segunda-feira, 02, no auditório da Procuradoria-Geral de Justiça – promotor Haroldo Franco, localizado no bairro Araxá.

O Relatório de Gestão, uma publicação de 115 páginas, reúne informações detalhadas soPGJ Ivana Cei e a diretora-geral promotora Eldete Aguiarbre todos os setores da administração e atividade fim do MP-AP. Números que refletem o fortalecimento institucional e o aumento na capacidade de atendimento em todas as promotorias, da capital e demais municípios do Estado.

Para citar alguns destaques, seis grandes obras foram realizadas no período, dentre as quais, o edifício – sede (Araxá), dotado de acessibilidade e medidas ambientais visando economia e praticidade; o complexo Cidadão de Santana, onde foram construídas quatro promotorias: Meio Ambiente, Cidadania, Infância e Juventude e Defesa da Mulher; o complexo Cidadão da Zona Norte, que abrigará as promotorias do Meio Ambiente, Cidadania, Educação, Saúde e o MP comunitário; a Promotoria do Mazagão e a Garagem, para abrigar uma frota de mais de 100 veículos.

Houve ainda, aPGJ Ivana Cei durante entrega do Relatório de Gestão retomada do Planejamento Estratégico; convênios e parcerias que incrementaram o orçamento do MP-AP; significativo aumento no investimento em Tecnologia da Informação (TI), tornando a instituição acessível e transparente; rigoroso combate à corrupção, com 65 ações ajuizadas e mais de R$ 143 milhões, com indícios de ilicitude, mapeados pelo Laboratório de Tecnologia contra aEntrega do relatório para jornalistas Lavagem de Dinheiro, o primeiro da região Norte, fruto de parceria com o Ministério da Justiça

Na gestão de pessoas, os números revelam que praticamente 100% do quadro de membros e servidores participaram de atividades de capacitação. Projetos como “MP+Perto”, “MP Comunitário”, “Paz da Escola”, “Conte até 10”, “Círculos Restaurativos”, dentre outros, proporcionaram o atendimento direto para de 50 mil pessoas, entre pais, alunos, professores, líderes comunitários e mediadores de conflito.

O chefe de gabinete da PGJ, promotor de Justiça Roberto Alvares, ressaltou que os resultados alcançados pela atual gestão superaram todas as expectativas. “Dra. Ivana, posso lhe dizer que o seu trabalho transcendeu todos os limites do imaginável e atendeu as expectativas de todos nós, especialmente da sociedade. A senhora merece todo o nosOuvidor-Geral do MP-AP promotor de Justiça Paulo Celso Iso respeito e reconhecimento”, disse.

Para o ouvidor-geral do MP-AP, promotor Paulo Celso, a atual gestão deixará um legado inquestionável. “Além de tornar a Ouvidoria um órgão respeitado dentro e fora do MP, aproximando ainda mais nossa instituição da população, sua gestão deixa as promotorias equipadas para fazermos o melhor trabalho possível, marca de um trabalho feito com compromisso e competência”, manifestou.

Entrega para representantes da sociedadeEm sua manifestação, o corregedor-geral do MP-AP, procurador de Justiça Jair Quintas, relembrou as dificuldades enfrentadas ao longo da atual gestão. “Hoje é um dia especial, afinal, foram quatro anos de lutas, batalhas e de muitas conquistas. Não foi fácil, mas sua gestão realizou, dentre tantas outras coisas, nosso sonho ao concluir esta obra (edifício-sede da PGJ), dando condições dignas para trabalharmos e recebermos a população que nos procura”, reconheceu.

Josiel Alcolumbre, suplente do senador Davi Alcolumbre, destacou o trabalho de aproximação do MP com a sociedade. “A senhora fez com que a população humilde do nosso Estado pudesse enxergar a relevância do papel que a instituição tem na defesa dos nossos direitos e mostrou, com a sua luta contra a corrupção, que ninguém está acima da lei”.

Antes de fazer a entrega do relatório aos representantes de membros, servidores, comunidade e imprensa, a PGJ Ivana Cei fez a apresentação detalhada dos resultados alcançados, agradecendo aos que contribuíram com a sua gestão.

“Ao concluímos um ciclo, nada melhor que compararmos planejamento com aquilo que foi executado. E, desse encontro de contas, saímos absolutamente satisfeitos e melhor, convictos de que haverá continuidade e mais avanços, porque estamos falando de projetos e sonhos coletivos. O resulPGJ Ivana Cei e o chefe de gabinete da PGJ Roberto Álvarestado desse trabalho, construído coletivamente, por membros e servidores do Ministério Público do Amapá, apresentamos neste relatório com a convicção que cumprimos o nosso dever”, finalizou

Participaram ainda do evento, o subprocurador-geral de Justiça para Assuntos Administrativos e Institucionais, Márcio Augusto Alves, a diretora-geral do MP-AP, promotora de Justiça Eldete Aguiar, a subprocuradora-geral de Justiça para Assuntos Jurídicos, Estela Sá, a coordenadora do Centro de Apoio Operacional da Infância e Juventude, procurada Judith Gonçalves Teles, o coordenador do Centro de Estudos e Aperfeiçoamento Funcional (CEAF-MP/AP), procurador Nicolau Crispino, promotores de diversas áreas de atuação do MP, o vice-presidente da Associação dos Servidores (ASSEMP), Pracídio Vasconcelos, dirigentes da Confraria Tucuju e representantes de outros segmentos da sociedade.

 

Veja a galeria aqui

 

 

Diário Eletrônico

Edição Data Visualizar
214/2017 23/11/2017
213/2017 22/11/2017
212/2017 21/11/2017
211/2017 17/11/2017
210/2017 16/11/2017
209/2017 14/11/2017
208/2017 13/11/2017
207/2017 10/11/2017
206/2017 09/11/2017
205/2017 08/11/2017
204/2017 07/11/2017

Operação Eclésia

Processos Distribuídos
Res. 110/2014

Diário Oficial Eletrônico

Ouvidoria

Plantões

Espelho do MPAP